Thurston Moore   |  Fevereiro e Março 2016

1/8

Bio

Thurston Moore, Florida, 1958. Nos anos 80, o líder dos Sonic Youth surgiu como o grande radical da guitarra do rock indie, sendo considerado o 99o melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.

Nos últimos anos, Thurston Moore (agora atuando a solo) tem visitado a Galeria Zé dos Bois com alguma regularidade. Um claro privilégio traduzível num acompanhamento íntimo, e em tempo real, dos diversos prismas do seu mais recente laboro.


 

Projecto

Entre 26 de Fevereiro e 6 de Março, o norteamericano esteve nos Açores em contexto de residência artística, com curadoria de Sérgio Hydalgo, programador da Galería Zé dos Bois, no âmbito do programa 2016 do Walk&Talk em parceria com o Pico do Refúgio. Um paraíso para terminar o seu próximo livro de poesia, compor canções para a sua guitarra acústica de 12 cordas e finalmente trabalhar na ediçãode uma nova publicação da sua editora, cujo principal foco será a cultura transgender, música e poesia.

 

Após a residência, as canções escritas nos Açores foram incluídas no seu álbum de 2017 “Rock N Roll Consciousness”, tendo decidido fazer uma publicação na Tipografia Micaelense, do qual resultou um livro com as letras em inglês e traduzidas para português. Desse mesmo álbum, foi criado um teledisco do tema “Aphrodite”, que incluí um grande número de imagens em movimento, captadas por Thurston e Eva Prinz em São Miguel, durante a residência.

 

Ainda durante a residência, Thurston escreveu 4 poemas sobre a ilha, intitulados: “Lira” (homenagem a Luísa Constantina), “Rabo de Peixe”, “Furnas” e “Salto do Prego”. A pedido do curador, Miguel Von Hafe Perez, o artista gravou a leitura destes poemas, que se materializó numa peça sonora para a exposição O Olhar Divergente no Archipélago, Centro de Artes Contemporâneas.

© 2019 Pico do Refugio