Mónica de Miranda   |  Março 2019

1/5

Bio

Mónica de Miranda vive entre Lisboa e Londres. Artista, produtora, investigadora e educadora, no seu trabalho recorre a múltiplos meios de expressão, vídeo, fotografia, som, escultura, instalação.

É licenciada em Artes Plásticas pela Camberwell College of Arts, Londres (1988) e Mestre em Arte e Educação pelo Institute of Education, Londres (2001). Encontra-se a desenvolver o seu doutoramento em Middlesex University em Londres, como bolseira da Fundação Ciência e Tecnologia.
Mónica de Miranda tem desenvolvido trabalho tanto a nível individual como coletivo, sendo uma das fundadoras da Xerem Cultural Association, do Coletivo Artístico Arterey Art em Londres e do projeto de residências artísticas Triangle Arts trust, em Portugal.

O seu trajeto artístico consta de várias exposições individuais e coletivas, projetos de arte pública e residências artísticas desenvolvidas tanto a nível nacional como internacional. Recebeu apoio como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian (2009), Direção Geral das Artes – Ministério da Cultura (2009), Instituto Camões (2008), Arts Council of England – Londres (2006), Fundação Oriente, Portugal/Índia (2007).

Participou na Bienal de Londres nos anos de 2004 e 2006, estando a sua obra representada em diversas coleções nacionais e internacionais.

O seu trabalho debruça-se de modo bastante cru sobre a sua própria vivência, a sua experiência de imigração, a sua biografia que cruza diferentes nacionalidades, e a relação estabelecida dentro da comunidade pessoal de amigos e familiares. “Reflito sobre a minha biografia e território transcultural que ocupo no Mundo” (Mónica de Miranda).

Projecto


Residência artística promovida pelo festival Walk & Talk, em parceria com o Pico do Refúgio.

© 2019 Pico do Refugio