Cláudia Varejão  |  Novembro 2016

1/6

Bio

Cláudia Varejão nasceu no Porto, Portugal, e estudou cinema no Programa de Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a German Film und Fernsehakademie Berlin, na Academia Internacional de Cinema de São Paulo Brasil e fotografia na AR.CO, em Lisboa. É autora da curta documental Falta-me/Wanting e da triologia de curtas de ficção Fim-de-semana / Weekend, Um dia Frio / Cold Day e Luz da Manhã / Morning Light. No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos é a sua estreia em longas metragens. Ama-San 海女さん é o seu mais recente filme com estreia marcada para 2016. Para além do seu trabalho como realizadora desenvolve um percurso na fotografia.

Projecto

Cláudia Varejão foi uma das artísticas convidadas a residir no Pico do Refúgio, para desenvolver um projecto de fotografia a partir da ilha de São Miguel e da sua comunidade. Durante o mês de Novembro, a autora deu início a um novo trabalho em torno da fisionomia dos afectos. Este projecto de fotografia irá dar lugar, posteriormente, a um filme (Amor Fati).

 

SESSÃO DE CINEMA

 

AMA-SAN de Cláudia Varejão (2016) 112′

Prémio Ingreme/Doclisboa 2016 para Melhor Filme da Competição Portuguesa.

 

Sinopse:

Em Wagu, uma pequena vila piscatória da Península de Ise (Japão), três mulheres mergulham diariamente sem saber o que irão encontrar. Os seus corpos delicados em terra dão lugar a caçadoras no mar. Estes mergulhos são dados há mais de 2000 anos pelas Ama-San.

12 de Novembro 2016: Ama-San no Cineteatro Miramar em Rabo de Peixe

19 de Novembro 2016: Ama-San no 9500 CineClube em Ponta Delgada

© 2019 Pico do Refugio